Alternativa para quem gosta de proteínas.

Dieta dos 4 hábitos – Uma dieta equilibrada para efeitos duradouros

A dieta dos 4 hábitos, baseada em estudos da médica estadunidense Lesley Lutes, professora

associada da Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, é uma dieta diferente, pois propõe a mudança de quatro hábitos diários, possibilitando a perda de até 9 kg em um mês, consumindo até 1.600 calorias por dia.

Essa dieta se mostra uma opção mais viável para aqueles que querem perder peso de forma saudável e sem o estresse das dietas rigorosas.

O principal interesse das pesquisas da Dra. Lutes é a prevenção da e desenvolvimento de alternativas aos tratamentos clínicos padrão para obesidade e problemas de saúde relacionados, como a diabetes.

Dos 4 hábitos.

Sua pesquisa averigua    teoricamente alternativas de tratamento em diferentes populações, faixa-etárias e nacionalidade. Essa pesquisa é desenvolvida utilizando diversas modalidades de tratamento e tecnologias, e engloba modelos intervencionistas para a elaboração de diversos tratamentos, ela sugere que em seus tratamentos que sejam inclusos mentores e agentes de saúde.

De acordo com Lesley,       é possível perder até 3 vezes mais peso comendo de tudo um pouco do que seguindo dietas radicais, ou seja, a deita dos 4 hábitos na verdade é uma reeducação alimentar.

O grande diferencial desse tipo de dieta é que como ela sugere uma mudança de hábitos de longo prazo, a dieta nunca chega ao fim, diferente de outros métodos muito rigorosos que tem prazo e validade. Dietas muito restritivas podem levar a pessoa ao famoso “efeito sanfona”, que muitas vezes conduz a pessoas a problemas de saúde, aceitação, depressão, baixa autoestima, entre outros problemas.

Vamos aos hábitos e opções de cardápio que precisam ser seguidos para que a dieta faça efeito, ou seja, conquistar o corpo desejado sem abrir mão do que se gosta de comer e sem sofrimentos.

  1. Mantenha um diário alimentar

Isso mesmo! É muito importante não se esquecer dos alimentos que foram consumidos, por isso, anotar em um diário tudo o que comeu no dia é uma forma de acompanhar e controlar os alimentos ingeridos. Registre também as informações de calorias, caso o alimento possua. Essa parte é muito importante, não ultrapassar 1.600 calorias diárias.

Benefícios: é um fato comprovado nas pesquisas, que quem mantem um diário alimentar, emagrece até duas vezes mais do que aquele que não adquiri esse hábito.

  1. Não corte todas as proteínas do seu cardápio

Alimentos proteicos retardam a forme, pois dão trabalho para o organismo digeri-los. Sendo assim, uma opção viável é inclui-los nos lanches e ingerir menos nas refeições principais.  Proteínas de origem animal são mais completas, pois possuem uma constituição de aminoácidos mais ricos, essenciais ao nosso corpo.

As proteínas possuem funções construtoras e reparadoras, participação na formação de anticorpos, hormônios e enzimas.

Dicas de alimentos proteicos para os lanches: leite, iogurte e queijos são ótimas opções de proteína animal. Receitas com soja e quinoa também são uma opção viável, pois, contém maior concentração de proteína por quantidade.

Benefícios: quando combinada à prática de exercícios, auxilia no ganho de massa muscular e na queima de gordura. Após o treino, o consumo de alimentos proteicos ajuda a evitar lesões e na recuperação dos músculos.

Há uma redução de até 400 calorias por dia ao adicionar proteínas às refeições.

  1. Faça seis refeições ao dia

Manter o estômago ocupado é uma das formas de evitar ataques de gula, pois mantém o organismo sempre ocupado. Seis refeições ao dia com intervalos de 3 horas, o metabolismo acelerado auxilia na queima de gorduras, pois gasta mais energia para fazer a digestão. Ingerir água gelada também acelera o metabolismo, devido ao corpo gastar calorias para deixá-la na temperatura do corpo.

Dicas de alimentação para manter o metabolismo acelerado: café da manhã: sucos verdes ou vitaminas de shake protético aliados a algum alimento com carboidrato como pães e cereais, mas todos integrais; lanches intermediários e ceia: porções pequenas de frutas, iogurtes, chás, shake ou vitamina para os lanches e para a ceia, pequena porção de alimentos, frutas e alimentos a base de fibras; almoço: proteínas magras como frango e peixe, uma fonte de carboidrato e salada de verduras e legumes à vontade; jantar: não consuma carboidratos, apenas fontes de proteínas magras, como frango e ovos, folhas, legumes ou uma sopa de legumes podem ser consumidos à vontade.

Benefícios: um metabolismo acelerado queima as gorduras mais rapidamente e de forma mais potente, contribui para a perda de peso, elimina toxinas e induz um efeito acelerado para o trânsito intestinal.

  1. Faça exercícios com frequência

Complemento de uma dieta saudável.

Não é necessário uma rotina de exercícios de academia, o importante é não deixar o corpo parado. Uma caminhada de 20 minutos diariamente traz os mesmo resultados que malhar eventualmente.

Benefícios: dieta alimentar e exercícios proporcionam uma perda de peso de até 3 vezes mais do que fazer apenas dieta.

Fontes:

http://mdemulher.abril.com.br/dieta/ana-maria/4-habitos-que-ajudam-a-emagrecer-9-kg

http://www.painelseguro.com/dietas/dieta-radical-para-emagrecer.html

http://www.ecu.edu/psyc/lutes.cfm

http://www.estudopratico.com.br/proteinas-funcao-e-digestao/

http://www.tuasaude.com/alimentos-ricos-em-proteinas/

http://www.tuasaude.com/como-aumentar-o-metabolismo/

http://www.seucorpoperfeito.com.br/dieta-metabolismo-acelerado-emagrecer-beneficios-e-alimentacao

 

6 opiniões sobre “Dieta dos 4 hábitos – Uma dieta equilibrada para efeitos duradouros”

  1. Olá Eliane, fico muito contente que tenha gostado. Em breve postaremos mais artigos relacionado ao tema, abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *